FAM Social

Conheça as possibilidades de bolsas e financiamentos disponíveis.

Publicações

Lei nº 11.096/2005 

Decreto nº 5.493/2005 

Lei nº 10.260/2001 

Conhecendo o PROUNI

COLAPS - Comissões Locais de Acompanhamento e Controle Social

PROUNI - Programa Universidade para Todos

É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudos em instituições de educação superior privadas, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros, sem diploma de nível superior.

Quem pode participar?

Podem se inscrever aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, obtiveram no mínimo 450 pontos na média das notas e não zeraram a redação.

Alunos que cursaram o ensino médio em escolas públicas ou na condição de bolsistas em escolas particulares. Podem participar, ainda, pessoas com deficiência e os professores da rede pública que estejam exercendo a profissão.

As bolsas integrais, de 100%, são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salários mínimos por mês. E as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos.

Como Fazer a Inscrição?

Feita pelo portal do MEC, no link siteprouni.mec.gov.br com o número da inscrição e senha do Enem 2017.

Cada estudante pode concorrer a uma vaga em até dois cursos diferentes, em ordem de preferência, indicando o tipo de bolsa (integral ou parcial) e a modalidade de vagas em ampla concorrência ou em política de ações afirmativas.

A classificação do aluno depende da nota de corte do curso, ou seja, a nota mínima para ser selecionado no curso escolhido, ou seja, a nota maior derruba a menor.

Caso consiga a bolsa, o candidato deve ir à instituição de ensino escolhida, onde apresentará os documentos comprobatórios das informações preenchidas no ato da inscrição no site do PROUNI 2017.

Mais informações: siteprouni.mec.gov.br ou agende um atendimento no Depto. Social em [email protected]

Cronograma Completo

Se preferir, você pode solicitar uma cópia da legislação vigente no Departamento Social. Nele, você encontra também uma cópia para consulta, afixada em mural.

Contato Central de Atendimento do Ministério da Educação: Telefone – 0800 61 61 61

Formulário eletrônico ao Prouni disponível no Portal do MEC 

Formulário eletrônico ao Fies

Documentação

Confira aqui a relação dos documentos (original e fotocópia) que deverão ser apresentados na comprovação de informações:

Documentos do candidato, na seguinte sequência:

  1. RG
  2. CPF (frente e verso)
  3. Comprovante de Residência
  4. Comprovantes de Escolaridade:
  5. Histórico Escolar do Ensino Médio ou
  6. Declaração da Instituição informando a conclusão do Ensino Médio e onde cursou as 3 séries ou Declaração da Instituição privada, quando for o caso de bolsas de estudo integral durante o ensino médio.
  7. Comprovantes de Rendimento*
  8. Documentos dos demais integrantes do grupo familiar, na seguinte sequência:

  • Mãe / Madrasta;
  • Pai / padrasto;
  • Cônjuge;
  • Companheiro (a);
  • Filho (a);
  • Enteado (a);
  • Irmão (a);
  • Avô (ó).

  1. RG
  2. CPF (frente e verso)
  3. Certidão de nascimento (quando for menor e não possuir RG e CPF)
  4. Comprovante de residência
  5. Comprovantes de rendimento*
  6. Comprovante de separação ou divórcio dos pais, se houver
  7. Certidão de óbito dos pais, se houver
  8. Comprovante da existência de união estável no grupo familar, se houver
  9. Demais declarações que se fizerem necessárias

*Comprovantes de Rendimento:

Se assalariados

  • Três últimos contracheques, no caso de renda fixa ou seis últimos contracheques, no caso de renda variável ou quando houver pagamento de comissão e/ou hora extra;
  • CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social*) – páginas em que registrem: fotografia, qualificação civil, último contrato de trabalho e página seguinte em branco;

Se Aposentados e Pensionistas 

  • Três últimos comprovantes de recebimento de aposentadoria ou pensão + o nº do benefício;
  • CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social*) – páginas em que registrem: fotografia, qualificação civil, último contrato de trabalho e página seguinte em branco;

Se Desempregado ou Sem Renda

  • CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social*) – páginas em que registrem: fotografia, qualificação civil, último contrato de trabalho e página seguinte em branco;
  • Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição (se for o caso);

Se Autônomo ou Profissional Liberal

  • Autodeclaração + GPS (Guia da Previdência Social;
  • Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição (se for o caso);
  • CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social*) – páginas em que registrem: fotografia, qualificação civil, último contrato de trabalho e página seguinte em branco

Se Sócio ou Dirigente de um Empresa

  • Três últimos contracheques de remuneração mensal (Pró-labore) ou Decore;
  • Declaração de retirada mensal dos 3 últimos meses;
  • Declaração de IRPF acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição;
  • CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social*) – páginas em que registrem: fotografia, qualificação civil, último contrato de trabalho e página seguinte em branco;

IMPORTANTE 

Quando funcionário público, serão necessários os holerites e a CTPS (Carteira do Trabalho e Previdência Social).

O candidato deverá entregar uma cópia simples dos documentos (mediante a apresentação dos originais) ou uma cópia autenticada (sem apresentação dos originais).

Importante ressaltar que, além da documentação acima relacionada, poderão ser exigidos outros documentos.

Se o candidato for menor de idade, os documentos deverão ser entregues pelos pais ou responsável legal. Sendo maior de idade, o próprio candidato, deverá entregar a documentação.

 FIES - Fundo de Financiamento Estudantil  

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Ministério da Educação (MEC) destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC.

Para participar: 

  • Você deve estar matriculado em condição regular (não está trancada), e não ter sido beneficiado pelo financiamento do Fies antes e também não estar inadimplente em programas de crédito educativo;
  • Ter realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e ter obtido nota igual ou superior a 450 pontos;
  • Sua renda deve ser inferior a 20 salários mínimos e o curso comprometer mais de 20% da renda familiar mensal bruta per capita.

Informações departamento CFA - Controle Financeiro de Alunos - Ramal 230

Mais informações

Fies 

Inep

FAM Social